Avançar para o conteúdo principal

Taxa de Acesso a Garagens


Há alguns dias tive conhecimento, através de uma circular do condomínio, que teria que efectuar um pagamento relativo à Taxa de Acesso a Garagens.
Numa primeira análise este imposto pareceu-me ridículo, pois não visa só as garagens como também abarca: pátios, armazéns, acessos a oficinas de reparação automóvel, parques de estacionamento, stands de automóveis, instalações fabris, estações de serviço e outros locais privados.
Como não podia deixar de ser esta medida tem levantado muitas críticas, pois é um imposto que cai não se sabe bem de onde. Como se já existissem poucos.
A Câmara Municipal de Gaia deixa aqui bem patente o seu típo de política "inteligente".
Que imposto inventarão a seguir?

Comentários

É um princípio assustador porque nós estamos a ser esfolados para pagar os cortes que o governo fez às autarquias. Vivo em Sintra numa moradia que até precisa de obras e a minha contribuição autárquica que era anualmente actualizada agora quadriplicou. Mais as taxas de saneamento básico, de tratamento de resíduos, etc.Estas despesas fixas disparam enquanto a maioria dos portugueses vê diminuídas as suas prestações mensais quer do trabalho quer das pensões.
Carreira disse…
Pagar...pagar...pagar...
Receber??? Zerinho!
migvic disse…
Isto está a ficar bonito.
NINHO DE CUCO disse…
Pois. É ver quem mais pode esfolar o Zé Povinho que já não sabe para onde há-de fugir com o aumento das taxas de juro, o desemprego, o trabalho precário e mal pago e impostos sobre impostos. Aumenta a faixa das famílias carenciadas. E como é que se resolve esse problema? Com Associações de Voluntários onde as pessoas trabalham a custo zero e vão pedir donativos nos centros comerciais e hipermercados aos pobres coitados que já não têm onde cair mortos. Conheço casos de pessoas que deram o que precisavam por terem vergonha de não dar numa abordagem ostensiva. Que raio de socialismo é este? Que modelo é que estamos a defender?
NÓMADA disse…
Quanto mais pobre está a população mais leva na cabeça com impostos e pedinchices.
joaninha disse…
Pedir... esmolar... bem, é mesmo nosso!!! mas pior é obrigar a pagar o que não se usa ou gasta... e nisso somos especialistas... digo que somos, porque de uma maneira ou de outra pagamos todos e vai que não vai, há muitos que pedem...
Gostei muito deste Blog, onde cheguei pelo Clube dos Pensadores.
Vou linkar e passarei a vir cá mais vezes.
Vim só cumprimentar.
Cumprimentos. No seguimento de uma crítica colocada no meu blogue às nomeações que eu fiz, para o blogue com melhor destaque, coloco aqui a resposta que dei a essas mesmas críticas. Para consultar as críticas vão ao meu blogue, no Tema: "Ao Vosso Contributo". A minha resposta: CAROS M.M.Mendonça e C.Coelho, vão me desculpar mas acho que o português na base das minhas nomeações é explicito. Primeiro refiro que não estou no Mundo da blogosfera há muito tempo, o que quer dizer que estas nomeações se referem às minhas visitas num curto espaço de tempo. Há imensos blogues e provavelmente melhores, mas não sou juiz, nem aponto o dedo às opiniões, expressões, pensamentos, etc., que cada um tem. Fundamentalmente respeito-as e espero sempre o mesmo dos que me visitam. Por isso respeitem a minha escolha. Referi também que não menosprezando os outros, a escolha reflecte nas minhas visitas habituais no pouco tempo em que existo neste espaço. Há que respeitar o espaço de cada um, não ser egoístas e talvez usar critérios de mais humildade. A crítica deve existir mas com um pouco mais de construtivismo e não tão destrutiva. Ás vezes estas nomeações até servem para que os nomeados se apliquem mais com o objectivo de melhorar os seus trabalhos. Com o tempo espero também melhorar o meu, mas como digo, é preciso tempo e deixar florir, crescer. Temos de dar o benefício da dúvida e agradecer a existência de cada um. Ninguém é perfeito. Já dizia o outro: "Toda a planta que nasce tem de ser regada". Neste mundo da blogosfera o que pretendo é isso mesmo, regar a alma e esperar ser regado, aprender a ser uma Pessoa. Provavelmente mais tarde poderão ser vocês os nomeados, mas o que é certo é que não vejo o vosso blogue por aqui! Abraços.
Crítico disse…
Obrigado a todos pelos comentários, ao que são visita recorrente e aos novos visitantes.
Bem hajam.
Anónimo disse…
Eu por outro lado quero estacionar o meu carro e em tudo o que é canto existe uma rampa de acesso a garagem. Se não fosse pago acredito que não haveria espaço para carros estacionarem!

Mensagens populares deste blogue

Alimentação consciente

Hipócrates, considerado o pai da medicina, disse: "Que o teu remédio seja o teu alimento e que o teu alimento seja o teu remédio." Mais de dois mil anos depois essa frase nunca foi tão desrespeitada como nos nossos dias. Vivemos numa época em que o fast food é lei, com todas as implicações que daí advêm não só para a saúde física do indivíduo, mas para a própria saúde financeira de cada um e do Estado. Não é preciso ser um especialista para analisar que caminhamos para uma Era de doenças relacionadas com aquilo que se come. Aliás, isso já é notório nos países mais desenvolvidos, basta olhar para o Estados Unidos da América: obesidade, diabetes, cancro, AVC, tensão alta, alergias, etc. Os médicos de clínica geral, normalmente, pouco sabem sobre alimentação, no entanto é a eles que recorre a maioria da população. Nem todos podem ou sabem como fazer para consultar um especialista em nutrição, nutricionista ou nutrólogo. A sociedade está a ficar doente, mas a questão vai muito …

Amar uns, matar os outros.

Há coisas tão simples que nos passam despercebidas.

Fomos educados numa sociedade onde é comum a chacina dos animais para nosso bel-prazer. Alguns dirão que é por necessidade, pois bem, isso é desconhecimento, ignorância. Outros dirão que é por prazer, nesse caso o problema é maior, pois para afagar o palato não se importam que um ser tão meigo e digno de vida, como o seu animal doméstico, seja brutalmente assassinado, depois de uma vida miserável de sofrimento, apenas para ele o ter no prato.

Vivemos tempos fabulosos de paz, comparando com tempos passados da nossa História, contudo há ainda um mar de gente que na correria das suas vidas nunca parou para pensar, ou nunca foi obrigado a tal, sobre aquilo que come, que esses hábitos causam sofrimento a muitos, que estão a arruinar o planeta e que ainda por cima lhes estão a dar cabo da saúde, matando-os lentamente.

Claro que é todo um negócio, e é bom para esse mercado que as pessoas continuem com os seus hábitos sem pensar muito. A pró…

Bêbados de sono

Segundo Charles Czeisler, investigador de Harvard, um período de 25 horas sem dormir, ou um descanso de apenas cinco horas por noite durante uma semana, são o equivalente a uma taxa de alcoolémia de 1g/l. Mas a verdade é que a ética do mundo empresarial exalta esses feitos. "Jamais seríamos capazes de dizer: 'Esta pessoa é um excelente trabalhador! Anda sempre bêbado!'", escreveu ele na "Harvard Business Review", em 2006.
In. Revista National Geographic Portugal, de Maio de 2010.