sábado, 30 de dezembro de 2006

Execução de Saddam Hussein


Apesar de ter sido um ditador terrível, senti compaixão por Saddam na hora em que o carrasco, num abraço eterno, coloca o laço à volta do pescoço do condenado. Não compreendo como é que o Homem, que se diz evoluído e racional, é capaz de cometer tais actos de barbárie, ceifando o direito à vida a um ser, descendo ao mesmo nível do acto que condenam.