terça-feira, 31 de março de 2009

Fundação Playing For Change

Magnífica é este fundação Playing For Change, que tem como objectivo unir o mundo através da música, fornecendo meios ao músicos e às suas comunidades.
A emoção após ver o primeiro vídeo não me deixa escrever mais nada.
As imagens falam por si, vejam abaixo alguns vídeos e o site oficial.







Site Oficial: Playing For Change

Agradecimentos à amiga Graça Peralta que através de um vídeo me deu a conhecer esta fantástica fundação.
E o mundo poderia ser um lugar extraordinário para todos.

sábado, 28 de março de 2009

"O homem que sobreviveu a duas bombas atómicas"


Ao dar uma vista de olhos ao jornal on-line do Público, deparei-me com a seguinte extraordinária notícia:

"Houve dois ataques nucleares na história da Humanidade: em Hiroxima, a 6 de Agosto de 1945, e três dias depois, em Nagasáqui. Em ambas as ocasiões, um engenheiro japonês estava lá quando o Inferno desceu à Terra. E sobreviveu para denunciar o horror na primeira pessoa.

Tsutomu Yamaguchi é forte candidato ao prémio de ser humano mais azarado de sempre. Mas, vistas bem as coisas, até teve muita sorte. A 6 de Agosto de 1945, este engenheiro da Mitsubishi Heavy Industries estava em Hiroxima em viagem de negócios quando a primeira bomba atómica explodiu sobre o Japão. Sofreu queimaduras e ferimentos vários, mas, após uma noite num centro de abrigo, regressou a casa. Em Nagasáqui. Mesmo a tempo de ser atingido pelo segundo ataque nuclear dos EUA, na semana mais negra do Japão e da história dos conflitos mundiais."

Para ler o artigo completo clique aqui.

terça-feira, 24 de março de 2009

A Hora do Planeta

No dia 28 de Março, às 20h30, apague as luzes durante uma hora.

"Hora do Planeta é uma iniciativa da rede WWF cujo objectivo é encorajar empresas, comunidades e indivíduos a desligar as luzes por uma hora no dia 28 de Março de 2009, às 20h30, visando reduzir as emissões de gases de efeito de estufa. Esta iniciativa começou em 2007, através da WWF-Austrália, que envolveu apenas a cidade de Sidney, onde 2 milhões de pessoas desligaram as suas luzes. A expectativa inicial era de reduzir 5% do consumo de energia eléctrica da cidade durante os 60 minutos do evento, mas o resultado foi o dobro do esperado: 10,2% de redução no consumo. Em 2008, já houve mais de 50 milhões de pessoas a participar em todo o mundo.
A WWF, a maior organização independente de conservação de natureza a nível mundial, protege o futuro do Planeta há mais de 45 anos. Tem cerca de 5 milhões de apoiantes e está activa nos cinco continentes em mais de 100 países.

A missão da WWF é travar a degradação do planeta e construir um futuro onde os seres humanos possam viver em harmonia com a natureza: promovendo a conservação da biodiversidade; assegurando a sustentabilidade dos recursos naturais; promovendo a redução da poluição e do desperdício. Saiba mais em: www.panda.org e em www.wwf.pt" (in. RevistaVisão).

Veja o vídeo, divulgue e particípe.


segunda-feira, 23 de março de 2009

Energia Solar na Austrália



"Situada no deserto da Austrália, esta fábrica de energia solar será a mais alta construção do mundo e também a mais ambiciosa obra para gerar electricidade a partir de uma fonte não poluente.
O maior projecto de produção de energia solar do planeta está a ser construído em Mildura, no meio do deserto australiano. Uma torre de 1 km de altura por 130 m de diâmetro, que será a mais alta construção do mundo quando ficar pronta, em 2009; será erguida no centro de um imenso painel solar, de 20 km quadrados. Se tudo correr como o previsto, o calor gerado pelo painel formará uma corrente de ar de até 50 km/h na enorme chaminé, o bastante para movimentar 32 turbinas, gerar 200 megawatts de energia e abastecer até 1 milhão de pessoas.
O gigantismo do projecto dá uma ideia de quanto as fontes renováveis, como o sol e os ventos, começam a merecer atenção e a tornarem-se viáveis.
O filme é de aproximadamente 3 minutos e vale a pena ser visto
"

Este texto e vídeo foram-me enviados por email pelo amigo Diogo Silva.

sexta-feira, 20 de março de 2009

Dia Mundial Sem Carne

Nota de Imprensa do Centro Vegetariano

20 de Março – Dia Mundial Sem Carne


Iniciativa lançada nos EUA em 1985 pela FARM (Farm Animal Reform Movement), o Dia Mundial Sem Carne é actualmente uma das maiores campanhas de sensibilização à dieta vegetariana realizada a nível mundial.

Neste dia, as pessoas são convidadas a fazer uma alimentação alternativa, à base de vegetais e frutas e sem a ingestão de qualquer tipo de carne ou peixe. É a celebração da chegada da Primavera de uma forma diferente.


Vantagens de uma alimentação sem carne:

- Diminui o colesterol, reduzindo assim o risco de desenvolver doenças cardíacas, como um ataque cardíaco ou aterosclerose;

- Ajuda na prevenção do cancro, diabetes, obesidade e outras doenças crónicas;

- Evita que os animais sejam capturados, enclausurados, torturados, drogados e abatidos de forma agonizante.

- Preserva as fontes de produção de alimentos e água utilizadas na alimentação dos animais, permitindo assim alimentar a fome mundial;

- Diminui a poluição gerada pela utilização de pesticidas e adubos e libertação de gás metano (produzido pela fermentação do adubo orgânico) e gás de amónia (produzido pelo excremento dos animais);

- Aumenta o nosso nível de energia, tornamo-nos então mais felizes e saudáveis.


O que se pode fazer neste dia:

- Convidar a família ou amigos para ir a um restaurante vegetariano (descubra o restaurante mais próximo em http://www.centrovegetariano.org/index.php?destin=restaurants);

- Levar uns petiscos vegetarianos para o trabalho ou para a escola, para partilhar com os seus colegas (em http://www.centrovegetariano.org/receitas encontra muitas sugestões de receitas);

- Distribuir folhetos sobre as vantagens de uma alimentação vegetariana (pode descarregar alguns exemplos em http://www.centrovegetariano.org/index.php?cat_id=106);

. Experimentar uma receita vegetariana. Para o Dia Mundial Sem Carne, o Centro Vegetariano sugere, por exemplo:


Arroz com feijão e cogumelos

Ingredientes (4 pessoas):

1 chávena de arroz branco

1 cenoura

250g de feijão vermelho (pré-cozido)

250g de cogumelos laminados

1 cebola média

6 dentes de alho

2 folhas de louro

2 tomate maduros ou polpa de tomate

azeite q.b

sal q.b

3 chávenas de água


Preparação:

Num tacho refogar no azeite a cebola picada e os alhos. Juntar o tomate picado e a cenoura às rodelas. Deixar refogar um pouco mais e juntar 3 chávenas de água. Quando a água estiver a ferver juntar o arroz e deixa cozer cerca de 10 minutos.

A meio da cozedura, adicionar o feijão e os cogumelos. Juntar o louro e um pouco de sal e deixar cozinhar até o arroz estar cozido.

Servir acompanhado de uma salada colorida.


Fonte: http://www.centrovegetariano.org

sábado, 14 de março de 2009