sábado, 9 de julho de 2016

Chegou a nossa vez



Novamente o futebol no post semanal deste blog, mas justifica-se, a nação portuguesa está em suspenso, a viver um momento único, o alcance de uma final do campeonato europeu de futebol. Este feito é ainda mais grandioso do que quando em 2004 atingimos essa mesma fase, mas nessa altura tínhamos a vantagem de jogar em casa que é sempre um estímulo extra, e o apoio nesse ano foi uma coisa de outro mundo, com bandeiras em todas as janelas e um sentimento de união nunca antes visto. Infelizmente, a frieza dos gregos levou a melhor e ficamos às portas da máxima comemoração.

Este ano será diferente, o apoio continua extraordinário, tendo em conta que a competição ocorre no estrangeiro. Os emigrantes e todos os turistas futebolísticos portugueses têm dado apoio incondicional, assim como todos os que permaneceram no país mas mostram o seu fervor através das redes sociais. Este ano temos de fazer das tripas coração, vamos competir não só contra uma das melhores seleções do mundo, como o vamos fazer em sua casa, com um estádio repleto de adeptos franceses, e claro, contra a organização também, pois nestes casos costuma haver favorecimentos que em nada dignificam a competição.
Que este sentimento que vem ao de cima nestes campeonatos possa perdurar, que a união deste povo continue após a competição e que este país seja cada vez mais um exemplo de luta comum rumo a uma sociedade mais justa, mais correta, de apoio verdadeiro e entreajuda.

Eu acredito. Força Portugal.

Sem comentários: