sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Quando a vida nos sorri





E quando a vida nos sorri saímos para o mundo confiantes, com coragem para vencer todos os desafios, enfrentar todas as batalhas e realizar imensidões.
Quando ela se esconde de nós, ou nos faz uma cara feia, muitos acanham-se e submetem-se ao seu canto, mas nessa altura é que as reservas energéticas do teu ser se devem manifestar em todo o seu potencial, transformando a adversidade em oportunidade, semeando no solo que nos parecia árido, e ver o fruto nascer forte e suculento. Colhendo-o, e aí sim, fazer com que a vida nos sorria verdadeiramente, e com um suspiro profundo sentir prazer na nossa realização, no nosso trabalho.

2 comentários:

Mário Vendas disse...

Belas palavras Santos.
Estás inspirado amigo!!
É um dom que tens...a escrita.
Quero ser o primeiro a ter o teu primeiro livro!

abraços,

Marco Santos disse...

Obrigado amigo Mário.

Um abraço!