sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Brilham estrelas no negro céu. Por muito escuro que este esteja os pequenos pontos acabam sempre por ser mais relevantes que a imensidão do breu.

Sem comentários: