sábado, 2 de agosto de 2014

Dualidade


Num mundo de dualidade há gente boa, há gente má. Prefiro conviver com a gente boa, mas de tempos a tempos temos de conviver com aqueles que são intratáveis. Um pouco de superação, bom senso, e ultrapassamos esses momentos. 

De cada vez que tratamos com esses intratáveis, o nosso coração fica ainda mais aberto para aqueles que são bons, para aqueles com os quais nos dá prazer conviver, partilhar e crescer. Portanto, faz parte da vida crescermos com essas adversidades e com elas aprendermos, sempre.

Sem comentários: