sexta-feira, 23 de julho de 2010

O mundo não está no ponto, porque ainda é mais fácil agredir do que compreender.

Sem comentários: