Avançar para o conteúdo principal

O Futuro do Jornalismo - síntese


Teve lugar no Hotel Holiday Inn, ontem pelas 21h30, o último debate do 4.º ciclo de conferências do Clube dos Pensadores. A convite do fundador do clube, o biologo Joaquim Jorge, estiveram presentes José Manuel Fernandes, director do jornal Público, José Leite Pereira, director do Jornal de Notícias, José Marquitos, administrador do jornal Sol, e Lucinda Haettich, professora de línguas e aqui representando a sociedade civil. O tema a debate foi O Futuro do Jornalismo.
Durante cerca de duas horas os convidados fizeram uma breve exposição e a plateia, como é apanágio deste clube, teve direito a intervir, colocando as mais diversas questões ao ilustre painel.
Como resumo deixo-vos ficar as frases que mais me chamaram a atenção:

José Manuel Fernandes:

"Os fait divers afastam as pessoas da informação tradicional."
"A forma de aceder à informação sofreu alterações profundas nos últimos anos."

José Leite Pereira:

"Estamos a passar por grandes transformações tecnológicas."
"A Internet fez em dez anos o que os outros orgãos de comunicação social demoraram dácadas a fazer."
"O futuro do jornalismo está em conseguirmos trabalhar em diversas plataformas."
"Interrogo-me o que estarei a fazer daqui a cinco anos."

José Marquitos:

"Os jornais gratuitos não têm a mesma qualidade."
"As novas gerações são menos sensíveis ao papel, ao cheiro, ao objecto físico."

Lucinda Haettich:

"Os blogues, chats, etc., são exercícios de cidadania. Todos nós exercemos o nosso jornalismo amador."
"Há blogues que são autênticos disparates."
"Precisamos de informação credivel, informação jornalistica séria."

Joaquim Jorge:

"Eu adoro jornais. Eu acho que o jornal nunca vai acabar."
"Existe uma ditadura da notoriedade."
"Há muita gente em Portugal que tem valor, mas não está para ter cargos."
"Em vez de rigor há sensacionalismo. Em vez de jornalismo há espectáculo."
"Os jornalistas não devem ser pé de microfone"
"Deve-se combater a cultura da supressão da verdade."

Assim terminou mais um ciclo de debates exemplares. Ficamos a aguardar novos ciclos.
Entretanto, continuam os programas de rádio às quartas-feiras, entre as 19h e as 20h, na Rádio Clube de Matosinhos, em 91.0 FM ou on-line através do site www.rcmatosinhos.com.

(fotografia: Clube dos Pensadores)

Comentários

JJ disse…
Obrigado pela amizade e interesse
Tiago R Cardoso disse…
Foi excelente.
Anónimo disse…
Hello I just entered before I have to leave to the airport, it's been very nice to meet you, if you want here is the site I told you about where I type some stuff and make good money (I work from home): here it is

Mensagens populares deste blogue

Seja feliz

Para se ser saudável tem de se ser feliz.A infelicidade mina a saúde.Não, e ela não nos cai nas mãos, temos de ir à sua conquista. O mais importante é que não dependemos de ninguém, a felicidade mais pura está nas mais pequenas coisas, mas para o percebermos temos primeiro de liberar algum lixo que ocupa a nossa mente.Seja feliz, pela sua saúde!

Vem comigo

Vidas frustradas por ilusões perdidas. Vidas gastas na comiseração. Zona de conforto que aprisiona a pobre alma, sem esta conseguir a garra, o entusiasmo para quebrar o fino fio que a prende, quando ela julga ser uma pesada corrente.Frustração dirigida ao outro pelo simples facto de não saber lidar com a dor que sente, por ver a vida passar por entre os dedos.Quantos apenas vêem o abismo à sua frente e não percebem que têm asas para voar. Asas tolhidas pela ignorância, agrilhoadas pelo deixa andar que um dia vai mudar.A existência passa e quando a senhora da foice chega já é demasiado tarde para despertar e correr para os braços da profunda realização.Mata a zona de conforto e vem comigo, não vai ser fácil, mas vai ser muito gratificante. E na caminhada sorrimos como se a meta fosse apenas mais uma etapa.

O veganismo não é moda, veio para ficar!

Ouve-se por aí que 2019 é o ano do veganismo, mas é muito mais do que isso. 2019 até poderá ser o ano com mais expressão até então, mas o boom está por vir, o futuro será inevitavelmente vegan, ou não haverá futuro de todo. Não são só as estrelas de cinema, os atletas de nível mundial ou as figuras públicas, por todo o mundo há cada vez mais pessoas a adotar este estilo de vida, que vai muito além da simples alimentação. Há uma tomada de consciência larga que faz com que a mudança seja inevitável. Um ser dito lúcido e com o mínimo de inteligência basta parar e refletir sobre as suas escolhas para um processo de mudança se iniciar. Vivemos num mundo acelerado que não deixa tempo para a plena reflexão e esse é um dos problemas.
A mudança pode ter início num dos seguintes pontos:
Ética: não há nenhuma necessidade de infligir sofrimento e tortura aos animais para nos alimentarmos. Eles são seres sencientes e é um contrassenso dizer que se gosta dos animais mas é só de alguns, não de todos.
Saú…